Momentos de pausa com os chás e infusões

Momentos de pausa com os chás e infusões

Estamos nos aproximando do final do mês, e eu nāo sei para vocês, mas esse pra mim é sempre o momento de sentar, pegar meu planner e colocar no papel tudo o que pode ser melhorado no próximo mês, o que aconteceu de bom, o que vale a pena mudar… Quase que como um saldo do mês mesmo, sabe?

Parece bobo, mas pequenos rituais sāo essenciais para que a gente continue seguindo em frente, principalmente no momento em que nos encontramos, que parece que tudo só fica cada vez mais difícil. Você deve estar se perguntando: “Mas Alice, o que isso tem a ver com chás?” e a verdade é que os chás e infusões também podem se tornar parte dos seus rituais particulares, desses momentos de pausa e reconexão. Eu sei que cada ritual é único e particular, mas espero te inspirar com algumas dicas pessoais. 

 Eu sempre começo meu dia com um bom gole de água em temperatura ambiente, para dar uma acordada em todo o meu corpo e hidratá-lo após uma noite de sono. Essa água é seguida de uma prática de yoga, que às vezes é um alongamento simples, outras uma prática mais elaborada ou só um exercício de respiração. A prática muda diariamente, mas o pós é sempre uma boa xícara de Earl Grey ou Chá verde com Jasmim para começar realmente o dia. É um ritual meu, que costumo fazer em silêncio e bem cedinho, por volta das 5h30 da manhā. 


Além de escrever aqui, eu também trabalho com comunicaçāo, o que me faz estar em contato com muita gente o tempo inteiro. Nāo me leve a mal, eu amo essa interaçāo e troca, mas o silêncio e essa conexāo comigo mesma é necessária para recarregar as minhas energias para a interaçāo social. E eu sei que acordar muito cedo tem estado na moda (como é possível perceber na nova geraçāo querendo ser “that girl” no TikTok com rotinas da manhā cheias de etapas), mas nāo é porque funciona para mim ou para outras pessoas, que vai funcionar para você. Talvez o seu momento de pausa seja comendo um almoço gostoso, fazendo um escalda-pés no fim do dia, tomando um banho morno à meia luz. O importante é aprender a pausar, o que tem se tornado cada vez mais difícil na correria do dia a dia. 

 Esquentar a água, separar a xícara, sentir o aroma dos blends, contar o tempo de infusāo e sentar para desfrutar de um bom chá, pode se caracterizar como um momento de atençāo plena, quando feito sem interrupções. Algumas pessoas usam esse momento para meditar até, esvaziar a mente e se concentrar apenas ali, naquele momento, com a segunda bebida mais consumida do mundo, em um momento só seu. Chá também é auto-cuidado, e neste domingo, venho te convidar a fazer o seu blend favorito, e pausar. Olhar ao redor, respirar, cuidar de você, esvaziar a mente. Você está indo bem, e o melhor está por vir. Nāo se esqueça. <3 

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.