O que aconteceu Capins da Terra????

O que aconteceu Capins da Terra????

Ahhh que saudade que eu tava de escrever para vocês!
Como vocês estão hein?!

Esse post é um post de retomada do nosso fluxo aqui pelo blog (esse ano vamos voltar com tudooow) trazendo mais informações sobre nossos produtos, parceires, receitas and o life style capinzístico que eu sei que A-M-A-M!

Antes de recomeçar, preciso responder à pergunta que intitula nosso texto: O que aconteceu Capins da Terra?

Vocês lembram que no final do ano passado (nov/2021) a gente estava se despedindo e do nada esse ano brotamos com uma loja?

Pois bem... vou contar de uma forma bemmmm resumida porque o babado foi grande.

Embora muitas vezes não aparente, a Capins é uma empresa/marca idealizada por uma só pessoa.



Costumo brincar que eu “não larguei tudo” (como a gente costuma ouvir por aí) pra construir a Capins porque eu não tinha nada hahaha. Sim eu comecei a Capins com um total de 0 reais e até o momento ainda não tivemos nenhuma aceleração ou aporte financeiro. Tudo que vocês veem aqui hoje é uma construção coletiva que se dá principalmente a partir das vendas dos nossos produtos, muita organização e corre louco pra suprir todas as demandas que uma microempresa precisa.

A minha única formação pra quem não sabe é como sommelier de chás, mesmo que antes da chegada da Mayára (nossa ex-colaboradora) eu realizava absolutamente tudo... Do contato com o fornecedor da matéria prima até o fechamento de Jobs com empresas... passando pelo design de produto, fotografia e mídias sociais.  

Foram longos 3 anos assim e minha gente, não foi bolinho MESMO!

No último semestre do ano passado, em busca do crescimento, porém sem o direcionamento apropriado acabamos por tomar uma série de decisões erradas (que sim, fazem parte do processo) mas que pro pequeno empreendedor infelizmente pode ser muitas vezes um caminho sem volta...

2021 foi um ano que realizamos grandes coisas, nos mudamos para um espaço maior, fechamos trabalhos e parcerias incríveis mas na contramão tivemos algumas perdas expressivas somadas e misturadas à minha saúde mental que já há algum tempo não estava lá aquelas coisas...

Estava cansada de muita coisa, física e emocionalmente. Tem coisas que só quem é mulher, preta, empreende do zero sabe e sente... Os 3 anos pesaram com força e só sentia que era a hora de fechar.
 
Com esse sentimento e sem forças para ver muitas perspectivas futuras, iniciamos o movimento de diminuição do estoque (o velho e bom saldão) até que eu conseguisse saldar dívidas com fornecedoras/res e repensar qual seria o caminho a seguir. Precisei fechar o nosso clube de assinaturas e romper com algumas parceiras importantes na época e isso me doeu muito!

Foi um período mega difícil e agradeço imensamente à minha rede de apoio e à vocês clientes/ seguimores que vibraram positivo, enviaram mensagens de apoio e fizeram com que eu, lá no fundo do poço tivesse forçar para olhar para cima e começar a subir novamente.



Arregacei as mangas, reorganizei a rota e fomos! Foi como pegar os limões da vida e fazer aquela tal caipirinha sabe!?!? Com ajuda do meu companheiro, da minha mãe, da Mayára e de amigos (Gratidão especial para a Ana e Jefferson que nos ajudaram com grande parte do nosso novo mobiliário) que mudamos praticamente em plena virada de ano, reformamos e construímos nossa mais nova loja em menos de 1 mês, e reformulei o formato de vendas, parceria e dinâmicas do e-commerce.



Isso tudo aconteceu sem que eu pudesse paralisar as vendas, afinal, era através delas que conseguiríamos (e conseguimos) nos reconstruir.



Assim foi feito!
No portal 02/02/22 inauguramos.



Neste dia aconteceu um alinhamento numerológico poderoso e próspero para iniciar projetos e alguém duvida que tivesse dia melhorar para abrimos??? (O universo não brinca em serviço meninas!!!)

Escrever e relembrar esses momentos de caos que antecederam esse momento lindo que estamos vivendo agora me fizeram lembrar que empreender é loucura, mesmo que eu soubesse.... N O S S A! hahahahaha tem horas que tá de parabéns viu!

A construção não é linear, sem fórmulas mágicas e apesar de tuuuudo que empreender envolve, sou extremamente apaixonada pela minha profissão plural e o que ela proporciona no mundo! Não são todos os processos da marca que eu amo fazer, mas ver a Capins vivinha da silva, ver quantas possibilidades ela abre para as pessoas, quantos desdobramentos e conexões são possíveis realizar para melhorar a qualidade de vida de vocês... absolutamente tudo faz sentido!

(Quando vocês postam um story abrindo as caixinhas de vocês eu me derreto toda aqui simmmm!)

Além disso, a Capins é a minha possibilidade de existência não só de forma criativa, mas também como fonte de renda... Entre altos e baixos há 4 anos eu vivo dela... Não é um hobby!

Outro dia ouvi uma frase que fez total sentido “Se aparenta ser fácil é porque está sendo muito bem-feito!” Se você acha que tá suave, aqui são anos batendo a cabeça, entre choros e sorrisos, aprendendo na prática... Na vivência mesmo, a administrar e fazer dar frutos um negócio com propósito.

O propósito por si só infelizmente não basta, embora pareça óbvio, algumas pessoas se esquecem e acabam flertando com a romantização dos trabalhos como o nosso aqui (principalmente operado por pessoas pretas) ao ponto de cair na precarização.

“Se você ama o que você faz, faz no amor... faz de graça!” Esqueçam isso!

Estou nessa também porque acredito que dinheiro e mulheres pretas não são palavras rivais e que vamos trabalhar com propósito, realizar nossas construções de forma saudável e ainda ganhar o nosso Money Money Money sim!

Bem isso pode ser papo pra outro dia...

Por agora, eu só agradeço, agradeço por não desistir e estar aqui com 4 anos de empresa completos e caminhando para o ano 5.

Agradeço às minhas ancestrais pelo caminho aberto e pelos sussurros que muitas de vocês conhecem como intuição. Agradeço ao universo pelos alinhamentos que se transformam em oportunidade de construir e reconstruir nesse tempo e nesse espaço minhas próprias narrativas.

Agradeço também à vocês que nos fortalecem, investindo nessa empresa que um dia já foi sonho e hoje tem CNPJ e CEP na maior capital da américa latina!

Estamos vivas!!!

Bençãos e mais bençãos ao retorno do nosso blog!
Como disse no início, voltaremos com tudo esse ano trazendo conteúdos que vão de histórias à receitas sempre do lado de uma boa xícara de chá.

Inclusive o que eu tomei para finalizar esse texto foi o Quentão, conheçam! <3

Beijos à todes que até aqui por amor, fofoca ou curiosidade chegaram! Hahaha

Simboraaa minha genteeee.... ou melhor #sóvamo!!!

Se sentir, deixe seu comentário ou nos conte qual chá você tomou lendo aqui esse post do blog!

Fui!
Voltar para o blog

1 comentário

Gratidão por este texto. Que partilha linda.
Sabe quando você lê e sente no corpo a emoção? Por isso te agradeço. Quando um arrepio se faz, um anjo passa e te abençoa. De alma pra alma,
Vanessa Nolasco

Vanessa Nolasco

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.